Manoel Bandeira
O meu quarto de dormir a cavaleiro da entrada da barra. Entram por ele dentro Os ares oceânicos, Maresias atlânticas: São Paulo de Luanda, Figueira da Foz, praias gaélicas da Irlanda... O comentário m...
Jardim da pensãozinha burguesa. Gatos espapaçados ao sol. A tiririca sitia os canteiros chatos. O sol acaba de crestar as boninas que murcharam. Os girassóis amarelo! resistem. E as dálias, rechonchud...
Bembelelém Viva Belém! Belém do Pará porto moderno integrado na equatorial Beleza eterna da paisagem Bembelelém Viva Belém! Cidade pomar (Obrigou a polícia a classificar um tipo novo de delinqüente: O...
Abençoado seja o camelô dos brinquedos de tostão: O que vende balõeszinhos de cor O macaquinho que trepa no coqueiro O cachorrinho que bate com o rabo Os homenzinhos que jogam boxe A perereca verde qu...
Escuta, eu não quero contar-te meu desejo; Quero apenas contar-te minha ternura; Ah se em troca de tanta felicidade que me dás; Eu te pudesse repor; - Eu te soubesse repor -; No coração despedaçado; A...
João Gostoso era carregador de feira livre e morava no morro da Babilônia num barracão sem número. Uma noite ele chegou no bar Vinte de Novembro Bebeu Cantou Dançou Depois se atirou na lagoa Rodrigo d...
A primeira vez que vi Teresa Achei que ela tinha pernas estúpidas Achei também que a cara parecia uma perna Quando vi Teresa de novo Achei que os olhos eram muito mais velhos que o resto do corpo (Os...
Quando ontem adormeci Na noite de São João Havia alegria e rumor Vozes cantigas e risos Ao pé das fogueiras acesas. No meio da noite despertei Não ouvi mais vozes nem risos Apenas balões Passavam erra...
A janela estava aberta. Para o que não sei, mas o que entrava era o vento dos lupanares, de mistura com o eco que se partia nas curvas cicloidais, e fragmentos do hino da bandeira. Não posso atinar no...
Quem te chamara prima Arruinaria em mim o conceito De teologias velhíssimas Todavia viscerais Naquele inverno Tomaste banhos de mar Visitaste as igrejas (Como se temesses morrer sem conhecê-las todas)...
O rapaz chegou-se para junto da moça e disse: - Antônia, ainda não me acostumei com o seu corpo, com [a sua cara. A moça olhou de lado e esperou. - Você não sabe quando a gente é criança e de repente...
O violoncelista estava a meio do Converto de Schumann Subitamente o coronel ficou transportado e começou a gritar: - Je vois des anges! Je vois des anges! - E deixou-se escorregar sentado pela escada...
Vou-me embora pra Pasárgada Lá sou amigo do rei Lá tenho a mulher que eu quero Na cama que escolherei Vou-me embora pra Pasárgada Vou-me embora pra Pasárgada Aqui não sou feliz Lá a existência é uma a...
Viagem à roda do mundo Numa casquinha de noz: Estive em Cabedelo. O macaco me ofereceu cocos. Ó maninha, ó maninha, Tu não estavas comigo!... - Estavas?...
Aquele cacto lembrava os gestos desesperados de estatuária: Laocoonte constrangido pelas serpentes, Ugolino e os filhos esfaimados. Evocava também o seco Nordeste, carnaubais, caatingas... Era enorme,...
A moita buliu. Bentinho Jararaca levou a arma à cara: o que saiu do mato foi o Veado Branco! Bentinho ficou pregado no chão. Quis puxar o gatilho e não pôde. - Deus me perdoe! Mas o Cussaruim veio vin...
Irene preta Irene boa Irene sempre de bom humor. Imagino Irene entrando no céu: - Licença, meu branco! E São Pedro bonachão: - Entra, Irene. Você não precisa pedir licença.
Mangue mais Veneza americana do que o Recife Cargueiros atracados nas docas do Canal Grande O Morro do Pinto morre de espanto Passam estivadores de torso nu suando facas de ponta Café baixo Trapiches...
Recife Não a Veneza americana Não a Mauritsstad dos armadores das Índias Ocidentais Não o Recife dos Mascates Nem mesmo o Recife que aprendi a amar depois - Recife das revoluções libertárias Mas o Rec...
Febre, hemoptise, dispnéia e suores noturnos. A vida inteira que podia ter sido e que não foi. Tosse, tosse, tosse. Mandou chamar o médico: - Diga trinta e três. - Trinta e três... trinta e três... tr...
Vinha do Pará. Chamava Siquê. Quatro anos. Escurinha. O riso gutural da raça. Piá branca nenhuma corria mais do que ela. Tinha uma cicatriz no meio da testa: - Que foi isto, Siquê? Com voz de detrás d...
Assim eu quereria o meu último poema. Que fosse terno dizendo as coisas mais simples e menos intencionais Que fosse ardente como um soluço sem lágrimas Que tivesse a beleza das flores quase sem perfum...
Estou farto do lirismo comedido Do lirismo bem comportado Do lirismo funcionário público com livro de ponto expediente protocolo e manifestações de apreço ao Sr. diretor Estou farto do lirismo que pár...
O major morreu. Reformado. Veterano da Guerra do Paraguai. Herói da ponte do Itororó. Não quis honras militares. Não quis discursos. Apenas À hora do enterro O corneteiro de um batalhão de linha Deu à...
Teresa, você é a coisa mais bonita que eu vi até hoje na minha vida, inclusive o porquinho-da-índia que me deram quando eu tinha seis anos.
Andorinha lá fora está dizendo: - "Passei o dia à toa, à toa!" Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa...
O oficial de registro civil, o coletor de impostos, o mordomo da Santa Casa e o administrador do cemitério de São João Batista Cavaram com enxadas Com pás Com as unhas Com os dentes Cavaram uma voca m...
Quando eu tinha seis anos Ganhei um porquinho-da-índia. Que dor de coração me dava Porque o bichinho só queria estar debaixo do fogão! Levava ele pra sala Pra os lugares mais bonitos mais limpinhos El...
Como as mulheres são lindas! Inútil pensar que é do vestido... E depois não há só as bonitas: Há também as simpáticas. E as feias, certas feias em cujos olhos eu vejo isto: Uma menininha que é batida...
Sempre tristíssimas estas cantigas de carnaval Paixão Ciúme Dor daquilo que não se pode dizer Felizmente existe o álcool na vida E nos três dias de carnaval éter de lança-perfume Quem me dera ser como...
Na macumba do encantado Nego véio pai de santo fez mandinga No palacete do Botafogo Sangue de branca virou água Foram vê estava morta!
Nossa Senhora me dê paciência Para estes mares para esta vida! Me dê paciência para que eu não caia Pra que eu não pare nesta existência Tão mal cumprida tão mais comprida Do que a restinga de Maramba...
Perdi o jeito de sofrer. Ora essa. Não sinto mais aquele gosto cabotino da tristeza. Quero alegria! Me dá alegria, Santa Teresa! Santa Teresa não, Teresinha... Teresinha... Teresinha... Teresinha do M...
Uns tomam éter, outros cocaína. Eu já tomei tristeza, hoje tomo alegria. Tenho todos os motivos menos um de ser triste. Mas o cálculo das probabilidades é uma pilhéria... Abaixo Amiel! E nunca lerei o...
Quando minha irmã morreu, (Devia ter sido assim) Um anjo moreno, violento e bom, - brasileiro Veio ficar ao pé de mim. O meu anjo da guarda sorriu E voltou pra junto do Senhor.