E foi depois de tanto mal passado,
sem que ainda o amargo fel provado houvesse,
que sei que o gozo tanto mais buscado,
tanto mais caro – mais nos apetece.

Argonautas, que vão-se ao celebrado
Cipango onde o áureo velo resplandece,
somos: o gozo de maior agrado
é sempre o que de esforços mais carece.

Agora que a distância nos separa,
hoje que nos separa o exílio austero,
mais querida te tornas e mais cara.

E eu que as perdidas forças retempero,
quanto mais longe fores e mais rara,
mais te apeteço, mais te almejo e quero!