Poesias em destaque

 

Gregório de Matos

Largo em sentir, em respirar sucinto, Peno, e calo, tão fino, e tão atento, Que fazendo disfarce do tormento, Mostro que o não padeço, e sei que o sinto. O mal, que fora encubro, ou que desminto,...

Carlos Drummond de Andrade

Não facilite com a palavra amor. Não a jogue no espaço, bolha de sabão. Não se inebrie com o seu engalanado som. Não a empregue sem razão acima de toda razão (e é raro). Não brinque, não...

Lúcio de Mendonça

Quando a fogueira do poente arde E começa um torpor suave e lento, Embebe-se tarnbem o pensamento Na tristeza monótona da tarde. Esbatem-se os contornos; quanto existe Mostra faces suaves,...

Raimundo Corrêa

No mundo os rumores cessam, No campo adormece a flor; Só no céo desperta a lua, Só na terra o trovador ! Depois que o mundo calou-se, Depois que a lua surgio, Leve canoa resvala Por sobre as agoas...